Fale com

P-60 ou P-90? Quando utilizar uma ou outra porta corta fogo

Entre as classificações de portas corta fogo aceitas no Brasil, as mais comuns são P-60 e P-90. De inicio, o critério que as distinguia era se o edifício era residencial ou comercial. Com a popularização e obrigatoriedade da pressurização de escada de emergência passou-se cada vez menos a utilizar-se duas portas corta fogo (P-60) protegendo uma sala de antecâmara e cada vez mais somente uma porta corta fogo por andar (P-90), sem antecâmera. Ainda sim, a antecâmera será obrigatória em ocupações maiores que 90m protegida por porta corta fogo de classificação de no mínimo 60 minutos.

O objetivo principal da pressurização é manter a escada livre de fumaça. Em suma, o espaço recebe um suprimento de ar contínuo que mantem uma diferença entre a pressão interna e externa. O ar saí por trajetórias de escape. O nível é estabelecido conforme NPT 013 do Corpo de Bombeiros, que pode ter diferentes cálculos conforme uso dia-a-dia ou situação de emergência. Para calcular acesse a norma clicando aqui.

Em uma situação de pânico, onde as portas serão constantemente abertas para a evacuação das pessoas, a diferença de pressão deve ser mantida através de um sistema de saída de uma velocidade maior de ar. Esse sistema pode ser através de grelhas venezianas instaladas nas escadarias, veneziana instalada por exemplo na porta corta fogo do hall ou pelas próprias frestas obrigatórias entre o batente e a porta corta fogo, por motoventilador, dutos de insuflamento e/ou registros. Em edifícios existentes é comum o uso da pressurização no hall e uso de portas corta fogo nas saídas das unidades autônomas, que podem ser P-30, P-60 ou P-90.

A área do elevador de emergência também deve ser pressurizada e sempre protegida por porta com classificação de no mínimo 90 minutos (P-90). A casa de máquinas deve ser independente e isolada também por P-90 com chave. As paredes sempre devem ter classificação de resistência maior que as portas onde são instaladas.

Resumindo para entender...portas P-60 são usadas quando há existências de antecâmaras e saídas de unidades autônomas, portas P-90 em qualquer ocasião seja escadaria com ou sem pressurização, sala de máquinas (casa dos elevadores), área de elevadores de emergência, saídas de apartamentos e escritórios, áreas industriais de risco moderado (para áreas de risco alto é comum considerar P-120 ou P-240).

Orce conosco grelhas venezianas em aço galvanizado para escadaria de emergência, portas corta fogo, portas venezianas através do vendas@pcfbrasil.com



Porta corta fogo para saída de apartamento ou escritório

É comum encontrar informações e por isso achar que portas corta fogo só servem para rota de fuga. Hoje, é cada vez mais exigido e por isso procurado portas corta fogo para saída de unidades autônomas como sala de documentos, laboratórios, sala de equipamentos, escritórios, apartamentos, entre outros.
Essas portas, que na realidade não são chamadas de corta fogo e sim resistentes ao fogo (PRF) são fabricadas conforme norma NBR 15281 da ABNT e teve versão recentemente atualizada. Além disso, seguem as premissas da norma NBR 11742/2018. Mas o que elas têm em comum e quais as diferenças em relação as portas comuns que vemos em escadarias de incêndio?

- As portas corta fogo para saída de unidade autônoma recebem na maioria das vezes revestimento decorativo em lâmina fogo retardante dando um acabamento mais sofisticado e combinando com o ambiente onde são instaladas.
- Podem ter classificação de resistência ao fogo maior que 30 minutos sendo as mais comuns 60 e 90 minutos.
- Podem receber visores conforme ABNT NBR 14925.
- Não há problemas no uso de soleiras e vedações de borracha afim de atenuar passagem de luz e som.
- Não é obrigatório uso de dispositivo de fechamento automático como por exemplo dobradiças de mola e mola aérea sendo o mais comum uso de dobradiças de rolamento embutidas ou invisíveis. O ponto de fusão da dobradiça não deve ser inferior a 850º C.
- Não há exigência de instalação sentido rota de fuga (para fora do ambiente).
- Diferente das portas para rota de fuga, podem ser fabricadas com vão luz mínimo de 66 cm. Sua maior altura pode ser de 3m.
- Entre a principal característica especial desse tipo de porta está a empregabilidade de uso de fechaduras especiais desde resistentes ao fogo conforme ensaio em laboratório. São exemplos fechadura de segurança, puxadores, alavancas diferenciadas, uso de chave, trancas.
- A sigla utilizada no selo é de PRF.

Orce conosco pelo vendas@pcfbrasil.com mencionando a postagem e se aprovado ganhe a pintura eletrostática branco acabamento laca (branco fosco brilho 20).

Aviso de férias coletivas; BOAS FESTAS

O Blog da PCF Brasil, bem como todas as suas atividades entrarão  em recesso de final de ano. A fábrica dará férias coletiva aos funcionários e não haverá produção no período de 23 de Dezembro a 03 de Janeiro. Agendamento de instalações e entregas em aberto devem ser realizados após esse período.
As vendas através de lojas virtuais bem como o próprio e-commerce www.barrasantipanico.com.br terão suas entregas interrompidas voltando a normalidade dia 13 de Janeiro.
Com foco e determinação manteremos nossa premissa de sempre manter a qualidade e ótimo atendimento e torcemos para 2020 ser um ano muito melhor que 2019 foi. Nossos clientes e colaboradores podem continuar contando com a nossa prática de onde um cresce, todos crescem juntos. Então, desejamos um bom descanso, boas festas de final de ano e um ano novo repleto de boas realizações.